27 agosto 2015

MOSTRA DE FILMES LGBT


De 21 a 26 de setembro acontece a 2ª Semana da Diversidade Sexual de Jundiaí e região, realização da ONG Aliados e Prefeitura de Jundiaí. O Cineclube Consciência está apoiando mais uma vez o evento, contribuindo com a Mostra de filmes LGBT. Nosso encontro acontece na quarta-feira (23/09), às 19h na Escola de Governo e Gestão do Município (Rua Princesa Isabel, 257, Vila Princesa Isabel).

A Mostra reúne três curtas-metragens com a temática diversidade sexual e objetiva contribuir para a visibilidade, reflexão e debate político sobre o tema.
Faixa Etária: 14 anos

Entrada gratuita!

PROGRAMAÇÃO

ACEITO

Ano: 2014
Duração: 15 minutos
Dirigido por: Felipe Cabral 
Com: Felipe Cabral e Jefferson Schroeder
Sinopse: "Aceito" conta a história de Junior, um rapaz de vinte e muitos anos, que, após alguns bons anos de relacionamento, decide pedir seu namorado André em casamento. Ele resolve transformar esse momento em uma ocasião inesquecível e convida todos os amigos do casal para uma surpresa. Todos deverão ficar escondidos dentro do quarto do casal até ouvirem a palavra “Aceito”, porém as coisas não saem conforme o esperado. 

Melhor Curta Nacional no 22º Festival Mix Brasil. 


Mais informaçõesPágina no Facebook
-------------------------------------------------------------------------------
A ALA

Ano: 2014
Duração: 19 minutos
Direção: 
Fred Bottrel

Sinopse:  O documentário mostra os pontos de vista das pessoas detidas nessa ala, enquanto aguardam decisões judiciais sobre as acusações que respondem por crimes como furto, roubo, receptação e tráfico de drogas. Conflitos entre pessoas de diferentes gêneros e orientações sexuais motivaram a implantação das primeiras alas LGBT do país. 

Melhor Curta Nacional no 22º Festival Mix Brasil.

video

Mais informaçõesPágina no Facebook
-------------------------------------------------------------------------------
SERGIO E SIMONE

Ano: 2010
Duração: 10 minutos
Dirigido por: Virginia de Medeiros
Sinopse: Com um olhar incisivo sobre o contexto urbano plural e contrastante das cidades brasileiras, o filme contrapõe duas identidades da mesma pessoa: o travesti Simone, que cultua seus orixás em uma fonte pública de Salvador; e Sergio, o pregador evangélico em que Simone se transforma após uma experiência de quase morte. O personagem dúbio torna-se, ele mesmo, território de disputa entre dois sistemas religiosos que brigam pela fé na Bahia. Ao sobrepor seus discursos opostos, a obra contrapõe as ideias de desejo e expiação.
------------------------------------------------------------------------------
www.cineclubeconsciencia.blogspot.com
cineclubeconsciencia@yahoo.com.br 

Nenhum comentário: